quinta-feira, 10 de junho de 2010

Vamos jogar?



Você não tem escolha, a partir do momento que começou a ler este tema já começa a jogar, não tem como voltar (pelo menos neste momento), você acaba de abrir a porta de entrada para ele e só sairá do jogo jogando...

Neste momento você é levado (a) de olhos vendados juntamente com outros jogadores até um local totalmente desconhecido, um lugar que você nunca viu e com materiais jamais vistos para você se relacionar. Este local será o ambiente que terá que jogar.

Existem regras criadas pelo arquiteto deste jogo, mas você desconhece quem este seja e quais são estas regras, mas você terá que descobri-las através da interação com o ambiente a conviver.

Este jogo tem um tempo definido, mas você o desconhece. Dentro deste tempo você terá que usar o bom senso, percepção e raciocínio para conquistar o grande prêmio, que com certeza é o maior jamais imaginado e conquistado. Se você chegar ao final do seu tempo e não concluí-lo, será enviado para outro local desconhecido e com materiais jamais vistos, ou melhor, começa um novo jogo...

As dificuldades encontradas e vividas nele não são provas a serem superadas, mas sim conseqüências de erros de interpretações do jogo, então deverão estar atentos (as) ao mesmo, pois muitas coisas podem parecer corretas e não serem, por isso, não culpem o inventor do jogo, cada um será responsável pelas suas escolhas e decisões. O próprio jogo o conduzirá como conseqüência delas.

Pode-se solicitar ajuda, mas não a terá, pois em todos os ingredientes disponíveis as encontrarão, será um salve-se quem puder e se puder.

Alguns não acreditarão que tem regras, outros acharão que nem o autor do mesmo as conhece, vários participantes do jogo entenderão dentro de sua percepção as suas regras e as seguirão achando que descobriram o mistério, também nada impede de outros seguirem o caminho escolhido por este ou aquele, a escolha é livre. Muitos desanimarão e jogarão por não ter alternativa, já que não encontrou a solução, aguardando o final do seu tempo.

O prêmio será dado apenas a quem definir o jogo e suas regras elaboradas, não haverá primeiro, segundo nem terceiro colocados, mas todos tem o direito ao prêmio.

A única advertência é para não extrapolarem o tempo de jogo, pois as luzes se apagarão e a porta de saída será trancada definitivamente.

Este jogo pode ser chamado de “Jogo da vida”.

Este jogo você já joga, mas talvez não tenha olhado por este ângulo, um ângulo que possibilita ver com outros olhos e despertar a consciência para um novo conceito, mais racional e menos material, o mesmo que trazemos por muitas gerações e que nada tem solucionado, apenas vemos mais destruição, desavenças, intolerância, desrespeito, terror, guerras e doenças, uma falência geral, física, moral e financeira.

Está na hora de nos libertarmos da ignorância das regras supostas e impostas pelas aparências e vivermos de acordo com as virtudes originais de pureza, limpeza e perfeição da vida real e eterna.

Chega de game over!!!

video